Fundação Côa Parque firma protocolos de cooperação com instituições culturais e científicas do Brasil

Fundação Côa Parque firma protocolos de cooperação com instituições culturais e científicas do Brasil

O projeto cultural do Vale do Côa foi apresentado como caso exemplar de preservação do património no Seminário Internacional do Património Mundial – Chapada do Araripe, que decorreu nas cidades de Juazeiro do Norte, Crato e Nova Olinda (Ceará, Brasil), entre os dias 6 e 9 de Agosto, promovido pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Ceará (FECOMÉRCIO), braço do Serviço Social do Comércio (SESC), e a Fundação Casa Grande – Memorial do Homem Kariri, que marca o arranque do processo de candidatura do acidente geográfico da Chapada do Araripe e do sítio arqueológico que atravessa os estados do Ceará, Piauí e Pernambuco a Património da Humanidade. A Fundação Côa Parque foi uma das entidades subscritoras das conclusões daquele encontro, que desencadearão, nos próximos meses, as diligências para a inclusão daquele património na lista indicativa da nação brasileira, seguindo-se a elaboração do dossier de candidatura para ser analisado pelo Comité do Património Mundial da UNESCO.

A presença da direção da Fundação Côa Parque no Nordeste do Brasil foi ainda aproveitada para a assinatura de convénios de cooperação técnica e científica com a Fundação Casa Grande – Memorial do Homem Kariri, o Instituto de Arqueologia do Cariri Doutora Rosiane Lima Verde, a Universidade Regional do Cariri e o Geoparque UNESCO do Araripe. No âmbito desta aproximação institucional, prevê-se o desenvolvimento de projetos de cooperação, baseados no interesse e benefício mútuo, igualdade e reciprocidade, através de:
a) intercâmbio de recursos humanos, sem prejuízo de suas atividades funcionais;
b) intercâmbio de informações científicas e tecnológicas;
c) organização de seminários, simpósios e conferências;
d) organização de exposições;
e) outras formas de cooperação científica, cultural, tecnológica e administrativa, a serem acordadas pelas instituições subscritoras.

No estado do Piauí realizaram-se conferências e reuniões com o Museu e Curso de Arqueologia e Paleontologia da Universidade Federal do Piauí e a Fundação Museu do Homem Americano (FUMDHAM), entidade gestora do Museu do Homem Americano, Museu da Natureza e Parque Nacional Serra da Capivara, sítio emblemático de arte rupestre do continente Americano, também inscrito, desde 1991, na lista do Património Mundial da UNESCO. Prevê-se para breve a assinatura de protocolos de cooperação similares com estas instituições.

Mais informações: