A Luta Pelo Côa

Património da Humanidade

PATRIMÓNIO

A Luta Pelo Côa

Património da Humanidade

Unesco

Em 1998, no processo de classificação mais rápido de sempre, a UNESCO incluiu a Arte Pré-histórica do Vale do Côa na Lista do Património Mundial. A justificação, sob a forma de critérios de classificação, foi dupla:

A arte rupestre do paleolítico superior do Vale do Côa é uma ilustração excepcional do desenvolvimento repentino do nosso génio criador durante a alvorada do desenvolvimento cultural humano;

A arte rupestre do Vale do Côa demonstra de forma excepcional a vida social, económica e espiritual dos nossos antepassados pré-históricos.

Com esta resolução, esta organização internacional confirmou não só a relevância do achado rupestre como também a justeza da decisão do governo português de cancelamento da barragem do Baixo Côa e de proteger in situ, ou seja, no local onde foram feitas, onde faziam sentido para os seus criadores, e onde foram encontradas, as gravuras do Côa.