Museu do Côa ganha prémio APOM

Museu do Côa ganha prémio APOM

Museu do Côavencedor do Prémio Projeto de Educação e Mediação Cultural, atribuído pela Associação Portuguesa de Museologia (APOM), com o projeto “Serviço de Educação e Mediação Cultural do Museu e Parque Arqueológico do Vale do Côa“.

“O Serviço de Educação e Mediação Cultural da Fundação Côa Parque” foi criado em 2010 e constitui um dos focos principais do Plano Estratégico do Museu do Côa. Em 2010, com a abertura do Museu, elaborou-se um Plano de Ação Educativa (PAE) e um Plano de Programação Cultural que define objetivos e atividades. A Mediação Cultural assenta nestas duas vertentes, com a meta principal de valorizar, divulgar e animar a Arte e a Arqueologia do Vale do Côa, classificada como Património Mundial em 1998.
Em 2019 o Museu do Côa passou a ser o vigésimo primeiro Centro de Ciência Viva do país, assumindo assim o compromisso com a promoção da cultura científica, interdisciplinar, junto do público em geral, com especial ênfase nas camadas mais jovens e na população escolar”, de promover o ensino experimental das ciências no ensino básico e secundário e a organização de campanhas de divulgação científica dirigidas ao público em geral. Esta valência da Fundação Côa Parque como Centro Ciência Viva visa, assim, dar visibilidade aos Serviços Educativos do Museu do Côa, seja através da capacitação da sua oferta educativa regular, seja através da implementação de novas atividades e experiências “hands-on” e “minds-on”, com novos workshops, jogos, ateliês, etc. Deste modo, em cada um dos eixos principais do Museu do Côa – Centro de Ciência Viva poderão ser exploradas, também, outras áreas do saber como a biologia, geologia, ciências naturais, antropologia, física, química, astronomia, geografia, agricultura.
Em parceria com outras entidades congéneres como a Reserva Natural da Faia Brava, gerida pela Associação Transumância e Natureza, a Plataforma de Ciência Aberta (Figueira de Castelo Rodrigo) e o Centro de Interpretação Ambiental e de Recuperação Animal (Torre de Moncorvo)”, desenvolvemos, desde 2019 uma programação integrada que envolveu o Projeto “Côa na Escola”, o 2º Programa de Intercâmbio Escolar “Mistérios de Ribacôa”, o Festival de Ciência do Vale do Côa, o Programa Ciência Viva no Verão em Rede, a atividade Kayaking no Parque Arqueológico do Vale do Côa e os Circuitos Ciência Viva”.

Parabéns a toda a equipe por esta nova conquista.