GlossárioImprimir

Pérmico (299-251 Ma)

período da Era Paleozóica, em que ocorreu intensa actividade tectónica (orogenia hercínica), resultante da colisão dos continentes que vieram a constituir a Pangeia. No final deste período deu-se a maior extinção de formas de vida conhecida.

Paisagem Protegida

área protegida de interesse regional ou local gerida pelas Câmaras Municipais. Tem paisagens naturais, semi-naturais e humanizadas que resultaram de uma acção harmoniosa entre as pessoas e a natureza e que tem grande valor devido às suas características naturais e estéticas.

Paleoambiente(s)

relativo ao estudo do(s) ambiente(s) do passado.

Paleocénico (65-56 Ma)

primeira Época do Período Paleogénico e significa "antigo-recente". Surgem faunas de mamíferos pouco evoluídos, que se desenvolveram após a extinção dos dinossáurios. O Gonduana continuava a fragmentar-se e a África, América do Sul, Antárctida e Austrália a afastarem-se umas das outras. No início do Paleocénico, houve importantes erupções vulcânicas no território correspondente à actual Índia e que levaram à acumulação de espessas camadas de lava (no planalto do Decão).

Paleoclima(s)

relativo ao estudo do(s) clima(s) do passado.

Paleogénico (65-23 Ma)

período da Era Cenozóica marcado pela expansão dos mamíferos. Durante este período a América do Norte, a Gronelândia e a Grã-Bretanha estavam ligadas; a Índia ainda não estava soldada à Ásia e o Oceano Índico continuava a expandir-se. Foi-se processando um arrefecimento do planeta o que conduziu ao aumento do volume dos gelos nos pólos (Eocénico) e à instalação da camada de água fria existente no fundo dos oceanos actuais. Ocorreu um grande desenvolvimento dos mamíferos (Paleocénico), surgiram novas espécies (carnívoros, roedores e primatas).

Paleogonduana

super-continente formado durante o Pré-Câmbrico, depois de se individualizarem a Paleolaurência, a Báltica e a Sibéria.

Paleolaurência

continente formado no início do Paleozóico pelas actuais América do Norte e Gronelândia.

Paleotétis

antigo oceano paleozóico que banhava a leste as terras da antiga Sibéria e Báltica.

Panócia

super-continente formado no Pré-Câmbrico superior, banhado pela Pantalassa, que irá fragmentarse posteriormente, levando à formação do oceano Japeto.

Pangeia

o termo significa “todas as terras”. Super-continente formado no final da Era Paleozóica, resultante da junção de quase todas as terras emersas então existentes.

Pantalassa

vasto oceano global que rodeava o supercontinente Pangea, durante o Paleozóico e início do Mesozóico. O termo significa todos os mares.

Parque Nacional

é uma área protegida com interesse nacional onde existem ecossistemas pouco ou nada alterados pela acção humana e que são representativos de determinadas regiões naturais características. Nele há paisagens naturais e humanizadas e habitats de espécies com interesse ecológico, científico ou educativo e também locais com interesse em termos de geomorfologia (ou seja relacionado com a forma da Terra, com o relevo).

Parque Natural

é uma área protegida com interesse nacional onde existem paisagens naturais e outras modificadas pelo homem e que são exemplo do modo como a acção humana e a natureza podem conviver de forma harmoniosa.

Pastagens Permanentes

conjunto de plantas semeadas ou espontâneas, em geral herbáceas, destinadas a serem comidas pelo gado no local em que vegetam, mas que acessoriamente podem ser cortadas em determinados períodos do ano.

Pirâmide Etária

ilustração gráfica baseada na estrutura etária da população residente, ou seja, dos diferentes grupos etários da população residente e que normalmente possui a forma de uma pirâmide. A pirâmide é composta por dois conjuntos de barras que representam o sexo e a idade de uma determinada população.

Piroxena

é um mineral silicatado anidro e apresenta quase sempre cor escura. É muito comum em rochas vulcânicas.

Placa tectónica ou placa litosférica

porção de litosfera, de dimensão muito variável (até centenas ou milhares de km de comprimento) e espessura compreendida entre 10 e 200 km. Pode comportar continente e oceano, como a placa Euro-asiática, ou ser exclusivamente oceânica, como a placa de Nazca. Reconhecem-se 52 placas tectónicas, considerando-se 14 como as principais. Estas placas não estão estáticas, deslocam-se como se estivessem sobre um tapete rolante – a astenosfera. Os seus bordos ou fronteiras (margens) podem ser divergentes, convergentes ou passivas, consoante as placas se afastam, se aproximam ou se mantêm. Estas placas são criadas nas zonas de divergência ou zonas de rift, e são consumidas nas zonas de subducção. É nas fronteiras das placas que se regista a maior actividade vulcânica e sísmica.

Plagioclase

é um mineral constituído por silicatos de alumínio, sódio e cálcio. É comum nas rochas magmáticas.

Planalto

forma de relevo que apresenta uma superfície topográfica plana ou levemente ondulada devida à acção dos agentes erosivos (vento e água), ao longo dos tempos geológicos.

Plantas vasculares

são todas as plantas com tecidos especializados no transporte de água e nutrientes às células, alimentando-as. Este sistema de transporte de alimento permitiu que as plantas se desenvolvessem em porte e altura e aumentassem a sua longevidade. As primeiras plantas vasculares surgiram no Silúrico, desenvolveram-se no Devónico e no Carbónico já existiam plantas com mais de 40 m de altura.

Plateosaurus

dinossáurio quadrúpede (por vezes bípede) herbívoro que viveu durante o Triásico superior (228-200 Ma). Tinha aproximadamente 8 m de comprimento e pesava cerca de 1,8 toneladas.

Plesiadapis

pequeno mamífero pré-histórico, hoje extinto, com cerca de 80 cm, semelhante aos actuais esquilos e que se alimentava de frutas, folhas e talvez insectos. Viveu do Paleocénico ao final do Éocénico (66-34 Ma).

Pliocénico (5-2,5 Ma)

época geológica anterior ao Quaternário. Tinha fauna e flora quase idênticas às actuais, mas com distribuição geográfica diferente. Os continentes tinham já quase a configuração actual, salvo as Américas do Sul e do Norte que se ligam no Pliocénico superior, possibilitando grandes migrações de mamíferos entre os dois continentes. Ao longo desta época houve um arrefecimento do planeta que se tornou também mais seco, o que provocou uma mudança considerável na vegetação, reduzindo-se muito as áreas de floresta e surgindo as savanas e desertos. No final do Pliocénico, desapareceu grande parte dos grandes mamíferos, enquanto surgiam o Equus e o Elephas e se dá a expansão dos hominídeos.

Plistocénico (2,5-0,012 Ma)

subdivisão da última Era geológica do nosso planeta, o Quaternário, Convencionalmente, admite-se que se subdivide em três períodos: o Plistocénico Inferior (2.4 MA – 700.000 anos), o Plistocénico Médio (700.000 – 128.000 anos) e o Plistocénico Superior (128.000 – 12.000 BP). O limite inferior não tem uma datação bem definida devido à ausência de fósseis, e corresponde ao último intervalo da história da Terra marcado por repetidas glaciações. Durante está época deu-se a evolução para o Homem anatomicamente moderno há aproximadamente 150 000 anos). Devido a grandes modificações climáticas, dão-se mudanças na fauna e na flora e ocorreram grandes extinções marinhas e terrestres, como é o caso dos mamíferos de maior porte (mamutes, mastodontes, tigres dente-de-sabre, entre outros).

Ponta

numa acepção muito ampla, qualquer artefacto de pedra lascada, sobre lasca ou lâmina, detentor de uma morfologia apontada, estabelecida pela presença de dois bordos convergentes, definidos ou não por retoque.

População Activa

conjunto de indivíduos com idade mínima de 15 anos que, no período de referência, constituíam a mão-de-obra disponível para a produção de bens e serviços que entram no circuito económico (empregados e desempregados).

População Empregada

indivíduo com idade mínima de 15 anos que, no período de referência, se encontrava numa das seguintes situações: a) tinha efectuado trabalho de pelo menos uma hora, mediante pagamento de uma remuneração ou com vista a um benefício ou ganho familiar em dinheiro ou em géneros; b) tinha um emprego, não estava ao serviço, mas tinha uma ligação formal com o seu emprego; c) tinha uma empresa, mas não estava temporariamente ao trabalho por uma razão específica; d) estava em situação de pré-reforma, mas encontrava-se a trabalhar no período de referência.

Pré-Câmbrico (~4 600-542 Ma)

período de tempo muito longo da história da Terra, desde o início até à Era Paleozóica. Nele surgiram as primeiras formas de vida, das quais se destacam os organismos fotossintéticos, capazes de produzir oxigénio, e que mudaram a composição química da atmosfera, retirando-lhe dióxido de carbono, que permitiu o aparecimento de organismos superiores. No final, a Terra era constituída por um super-continente, a Panócia, que agregava todas as terras emersas, e por um oceano global, a Pantalassa.

Proboscídeo

mamífero placentário herbívoro de grandes dimensões, que pertence à ordem Proboscidae. Surge no Eocénico inferior (40 Ma) e foi muito abundante (registo fóssil de cerca de 170 espécies, onde se incluem os mamutes e mastodontes). Actualmente existem apenas 3 espécies de proboscídeos: 2 de elefante africano e 1 de elefante asiático. Caracteriza-se pela presença de um nariz desenvolvido em forma de tromba.

Processos erosivos subaéreos

são os mecanismos de transformação inerentes à remoção do material de um lugar para o outro (erosão), com intervenção de diversos agentes, tais como a água, o vento ou as actividades do homem.

© CÔA Todos os direitos reservados© All rights reserved